Rumo à Hackatona KiCad

O e-HAL está chegando, e com ela a Hackatona do KiCad, com a ilustre presença de Tomasz Włostowski e Maciej Sumiński, que vieram direto do CERN para participar.

Precisa-se de mais trabalho e também de mais pessoas para ajudar! Uma Hackatona pode ser uma ótima oportunidade para começar e conhecer mais sobre um projeto e como ele funciona. A Hackatona do KiCad tem o objetivo não só de melhoria da ferramenta, mas também de ensinar às pessoas interessadas que contribuir para ferramentas open source pode ser extremamente simples, mesmo se a pessoa não tem muita experiência com desenvolvimento nem nunca ter participado de um projeto tão grande.

Um dos primeiros objetivos da Hackatona é minimizar o atrito entre os participantes e o projeto. Portanto, desde o começo da Hackatona um ambiente de desenvolvimento já estará preparado para que todos possam participar sem precisar perder tempo aprendendo sobre como fazer o processo de compilação funcionar. Estamos planejando ter um ambiente de integração contínua, ou seja, o trabalho realizado é automaticamente integrado em uma versão de teste em um computador específico. O usuário idealmente só precisará brincar com alguma parte do código, enviar para a integração e baixar a versão pronta compilada com as alterações realizadas.

A Hackatona também tem o objetivo de ser extremamente inclusiva. Um projeto com este escopo não precisa só de programadores experientes, nem mesmo só de programadores. Muitas tarefas precisam de ajuda, como a tradução da ferramenta para outras línguas (como o nosso português) e o desenho de componentes eletrônicos. Por isso a Hackatona será separada em três grupos de pessoas, sendo o primeiro deles contendo tarefas que não precisam de conhecimento de programação.

Todos podem contribuir!

Um segundo grupo é destinado àqueles que têm ou já tiveram algum com programação, e desejam conhecer e aprender mais sobre o projeto. O projeto é em C++, mas não será necessário um conhecimento aprofundado sobre a linguagem. O objetivo é focar em pequenas melhorias. Mesmo grande parte delas sendo simples, é uma ótima oportunidade para contribuir e servem de um ponto de entrada para conhecer as estruturas internas do projeto sem uma sobrecarga de informação.

O terceiro grupo é destinado àqueles que tem uma maior familiaridade com C++ e/ou grandes projetos, e desejam ajudar implementando novas funcionalidades. Existem diversas propostas sobre o que fazer, e na Hackatona elas devem ser estudadas, priorizadas, planejadas e implementadas. É uma experiência mais completa, e consequentemente mais complexa. No entanto, permite conhecer mais a fundo todo o projeto.

Independente do seu nível de habilidade, você pode contribuir de alguma forma. No começo estaremos fornecendo uma introdução ao projeto e às atividades. Depois começa-se as atividades, que deve durar todos os dias. Se você não puder participar da introdução, não se preocupe. Estaremos lá para ajudar todo mundo, independente da hora. Venha conhecer e contribuir com o projeto!

Janito Vaqueiro Ferreira Filho
Laboratório Nacional de Luz Sícrotron (LNLS)